Momento Dessabotamento

Sim, eu estava sumida e sim, tem um motivo (DESSABOTAMENTO). Um não, vários. Costumo dizer que minha vida daria uma boa novela mexicana ou um livro que arrancaria muitas lágrimas e risadas. Não vou contar tudo que aconteceu, mas vou contar o principal.

Estou em uma fase de transição. Há algum tempo eu já me sentia perdida, sem rumo. Aquele velho questionamento:”É isso que eu quero?”. Então, esse e vários outros  estavam dentro de mim e há muito tempo. Então resolvi dar uma pausa em tudo.

Não foram meses sabáticos, porque não tenho “bala na agulha” para isso. Mas foram meses de crescimento,  muita dor, dificuldades e principalmente, de redescobrimento. No final, meses de amor também e só no final vocês entenderão.

MOMENTO DESSABOTAMENTO EU

E em um determinado momento desta “pausa”, surgiu um convite. Ou melhor, um presente. Uma amiga me presenteou com uma cortesia para participar de uma experiência, chamada Dessabotamento Total.

Primeiro, hesitei. De cara inventei mil desculpas para não ir. A minha mente dizia:

“Você vai sair de casa para participar de uma experiência?”

“Vai procurar um EMPREGO, mulher!”

MOMENTO DESSABOTAMENTO PENSAMENTOS

“Você está cansada hoje, fique em casa e veja umas séries.”.

Mas aí, meu coração, que é um sábio disse: “Esquece tudo e vai!”.

E depois de muito tempo, resolvi escutar meu coração. Fui.

Chegando ao local da experiência,  já recebi um presente, aliás, dois. Reencontrei Dani Brant (presente 1), que estava com um potinho e dentro tinham “Indiretas do Universo”(presente 2). E a minha dizia:

“VOCÊ NUNCA VAI ESTAR PRONTO PARA NADA. ENTÃO COMECE AGORA E NÃO PARE MAIS.”

Como vocês podem notar, o Universo não me mandou uma indireta e sim uma direta. Um tapa na cara, que em outras palavras dizia: “Acorda para vida, minha filha.”.

MOMENTO DESSABOTAMENTO TAPA NA CARA

A experiência é incrível. A Marcela tem o dom de mexer com as pessoas. Sem querer, mas querendo, ela te obriga a olhar para dentro de você, com mini revoluções que mudam seu modo de ver a vida. E você enxerga que você não está sozinho. Não é só você que tem problemas, tem muita gente que está passando pelo mesmo e ninguém nota.

Dento do #DT me reconectei com duas pessoas. A Nírcia, que eu conheci na época do Devaneios (fashion blog) e com a Dani Brant. Além disso, me conectei com a Marcela, com o Jalf (um garoto que faz nuvens), com as meninas do Jardim de Ísis (que podem transformar as frutas do seu quintal em potinhos de amor – em forma de geléia), Gabriel Patim (produtor), Carolina Dini e Daniel (do Cebola na Manteiga), Shantal e Luiza Alana (dois mulherões da porra). Estas são algumas das conexões que eu me lembro, mas tem muito mais.

O DT07 me desestruturou para eu me reestruturar. Depois a Marcela me cutucou e fui usufruir do CIPAM (Consultório de Ideias em Alto Mar), que é um bônus do DT. E claro, que ela deu uma sacudida nesta pessoa que vos fala.

A verdade é que ela me virou do avesso. Falei sobre coisas que eu achava que não tinham importância, mas a verdade é que eu tinha uma caixinha de merda guardada dentro mim.

Acha que é só isso? Não, ela ainda lançou três desafios. Saí do CIPAM anestesiada, mas decidida a cumprir cada desafio, mesmo não sabendo como.

Um dos desafios era procurar a Noéle Gomes. Gente, que mulher! Que profissional! A Noéle é terapeuta holística e um dos seus projetos, Barca, também é um bônus do DT. É uma “horinha” com a Noéle, ela chama de PRIMEIRO PASSO, que nada mais é do que um “Reconhecer” quem você é e trabalhar em cima das suas qualidades. que momento inenarrável.

Eu tinha me esquecido o que era ter qualidades. Se eu não sabia mais minhas qualidades, como eu estava vivendo, “BRASEL”?

Eu não estava vivendo, estava sobrevivendo. Isso não é viver. Eu estava vivendo para agradar os outros, para ser aceita. Estava vivendo em crenças que não eram minhas. Foi triste descobrir isso, mas, ao mesmo tempo, transformador.

Como isso pôde ser transformador? Bom, se eu não quero ser assim, tenho que mudar. Tenho que cuidar mais mim, me conhecer melhor, fazer as coisas que amo, porque quero e quando eu quero. Por quê? Por que sim! A vida é minha, os erros são meus e então, os acertos também.

MOMENTO DESSABOTAMENTO AMOR PRÓPRIO

O dessabotamento me transformou de uma maneira indescritível. Todas essas palavras, na verdade, não traduzem o que estou passando.

Hoje eu sou outra Luh Guedes. Estou decidida e me dessabotando a cada dia, a cada momento. Estou vencendo as crenças que estavam enraizadas em mim, mandando um foda-se bem grande para esse sistema de merda e aberta ao novo.

Estou descobrindo uma coisa nova. Um desejo, uma pessoa, uma vontade, uma maneira de viver a vida de maneira leve. Não estou esperando mudanças, estou fazendo.

E o principal, é que me aceitei do jeito que sou.

E porque eu contei tudo isso? Bom, primeiro porque acho que todo mundo deveria dessabotar (e se você interessou clica aqui (bit.ly/DTNOVE) e segundo, que esse site também vai entrar no processo de dessabotamento.

Você deve estar se perguntando: “Mas Luh, você não vai mais escrever sobre mídias sociais?”. Vou. Mas vou escrever sobre outras coisas também. Vou escrever sobre o que eu quiser aqui. O IG (@aluhguedes) vai ser pessoal e profissional.

Vai ter postagem de comida, foto (muitas) das minhas cachorras, dicas de mídias, de lugares legais (ou não legais), frases idiotas, frases inteligentes e stories para todos os gostos. Enfim, algumas pessoas vão conhecer melhor meu lado humano e outras o profissional. Se é o certo, eu não sei e nem quero saber, mas é o que eu quero.

Esta é mais uma decisão dessabotada e quem não gostar, FODA-SE!

MOMENTO DESSABOTAMENTO FODA-SE

Não nasci para agradar, nasci para viver.

Gostou? Então, DESSABOTA também!

Comments

comments

Luh Guedes, Graduada em análise de sistemas pela UNA, Especilista em Marketing Digital e Produção de Conteúdo pela Rock Content e Inbound Marketing pela Hubspot.

Author: Luh Guedes

Luh Guedes, Graduada em análise de sistemas pela UNA, Especilista em Marketing Digital e Produção de Conteúdo pela Rock Content e Inbound Marketing pela Hubspot.

Sem comentários

(Required)
(Required, will not be published)