Como saber se o seu marketing de conteúdo está funcionando

Como saber se o seu marketing de conteúdo está funcionando - capa

Ter um bom marketing de conteúdo leva muito tempo…

Se você não está produzindo os resultados desejados…

É hora de desistir?

Todos sabem que marketing de conteúdo é uma das ferramentas mais poderosas quando se trata de Marketing.

Mas… O marketing de conteúdo também é difícil e é preciso uma estratégia bem pensada. E também é necessário ter foco nas métricas, além de fazer melhorias contínuas ter resultado.

Você sabia que mais de 50% dos profissionais de marketing B2B não quando o marketing de conteúdo está dando resultado? Não é de admirar que tantos empresários achem que ele não funciona!

Então, como você sabe se o seu marketing de conteúdo está funcionando?

Se você acompanhar regularmente as métricas a seguir, terá insights valiosos sobre a eficácia do marketing de conteúdo do seu negócio.

Taxa de conversão de e-mail

Seu prospect ainda não está pronto para comprar, mas eles estão interessados ​​em ouvir (no caso ler) você?

Aumentar sua base de e-mail normalmente é um dos principais objetivos do marketing de conteúdo. E há muitas maneiras de impulsionar as inscrições com conteúdo.

Você provavelmente está pedindo aos seus leitores para se inscreverem na sua lista no final de seus artigos. Mas quantos visitantes realmente se inscreveram para receber seus e-mails?

Você precisa trabalhar nos seus CTAs ou alterar sua tática.

Como saber se o seu marketing de conteúdo está funcionando - taxa de conversão de e-mail

Você precisa responder a essas perguntas se quiser receber mais assinantes de e-mail. Afinal, essas são as pessoas que receberão suas campanhas de evangelização e algumas delas se tornarão clientes.

Mas como você realmente mede a taxa de conversão? Por exemplo, você pode usar uma ferramenta como o Optinmonster para aumentar sua lista de e-mails criando formulários personalizados.

Essas ferramentas se integram ao Google Analíticas, permitindo que você veja o desempenho dos seus formulários de campanha em termos de cliques, visualizações e taxas de conversão gerais.

E, como ele rastreia a página de referência de cada conversão, você pode ver qual conteúdo do seu site gera o maior número de conversões.

Se você estiver um pouco mais disposto, também poderá acompanhar suas conversões de e-mail configurando metas no Google Analytics.

Se a sua lista de inscritos está diminuindo, isso é um indicador bastante claro de que há algo errado com a qualidade do seu conteúdo.

Conversão de funil

Essa é uma métrica crucial que muitos profissionais de marketing esquecem. Se você estiver usando conteúdo para guiar as pessoas por um funil de conversão de conteúdo bem definido, será necessário entender os resultados obtidos.

Você sabe com que frequência seu conteúdo resulta em uma conversão ou como ela contribui indiretamente para gerar leads?

É ótimo ganhar muito tráfego orgânico para seu conteúdo, mas qual é o valor desse tráfego se ele não está sendo convertido? Você precisa otimizar seu conteúdo para que as pessoas realizem uma ação específica no seu site.

Como saber se o seu marketing de conteúdo está funcionando - funil de vendas

Dependendo do nicho da sua empresa e dos seus objetivos, por exemplo, essa ação a conversão pode ser qualquer coisa:

– download de e-book.

– Compra do produto.

– Teste de produto.

– Cupom de desconto, etc.

Para acompanhar isso de maneira eficiente, você precisa configurar metas no seu Google Analytics, para cada parte do conteúdo.

Compartilhe uma parte do seu conteúdo

Com que frequência seu conteúdo é compartilhado com outras pessoas? Responder a essa pergunta ajuda você a entender o quanto seu conteúdo está atingindo duas metas principais: reconhecimento da marca e engajamento.

Coisas como curtidas, compartilhamentos e tweets são importantes porque informam se o conteúdo do seu conteúdo ressoa ou não seu público.

Nenhum compartilhamento normalmente significa que você não atendeu às expectativas dos leitores. Em alguns casos, isso também pode significar que você não facilitou o compartilhamento.

Que você não adicionou botões de compartilhamento fáceis de usar nas suas páginas de conteúdo.

Como saber se o seu marketing de conteúdo está funcionando - Compartilhe uma parte do seu conteúdo

Se o seu site estiver no WordPress, você pode usar plug-ins para criar botões personalizados de compartilhamento sociais prontos para dispositivos móveis.

A vantagem desse tipo de plug-in é que ele permite adicionar imagens e texto personalizados para compartilhamento em diferentes redes sociais.

Assim, por exemplo, quando alguém compartilha seu conteúdo no Twitter, o plug-in compartilhará uma mensagem exclusiva que você adicionou.

Se você deseja realizar uma análise mais profunda, é possível comparar o número de compartilhamentos em uma postagem específica com o número de visitas para que você possa calcular a proporção e fazer melhorias.

Se a postagem do seu blog tiver um número razoável de visualizações, mas um pequeno número de compartilhamentos, isso significa que você precisa melhorar o conteúdo para torná-lo mais “compartilhável”.

Links para o seu conteúdo

O conteúdo serve muitos propósitos e um deles está ganhando links de entrada. Quanto mais links você tiver, mais seu site será considerado relevante, confiável. Atrair links organicamente de outros sites oficiais mostra a qualidade do seu conteúdo no site. Sem mencionar o impacto que isso tem no seu SEO.

Então, quando foi a última vez que você verificou quantos links de entrada seu conteúdo ganhou?

Analisar seus links de entrada é muito fácil com a ajuda de ferramentas como o Ahrefs, então não há desculpa para não fazer isso!

O Ahrefs oferece uma ferramenta do Site Explorer que, entre outras coisas, permite analisar os links para o seu site a partir de sites externos. Você pode inserir o domínio do seu website ou uma URL específica na caixa de pesquisa para obter um relatório de perfil de backlinks completo.

Além disso, você pode usar os filtros disponíveis para visualizar, por exemplo, apenas links Do Follow para seu conteúdo ou optar por ver apenas backlinks de Blogs.

O acompanhamento desses links é importante porque mostra quais partes específicas do conteúdo estão gerando os melhores resultados.

Se o seu conteúdo não está recebendo links para você, todo o tempo e esforço que você colocou nele não valeram a pena.

Autoridade de domínio do seu site

Autoridade de Domínio é uma pontuação (em uma escala de 100 pontos) desenvolvida por uma empresa chamada Moz. Ele usa mais de 40 fatores diferentes para determinar a autoridade geral do seu site. É útil saber a pontuação do seu website, pois informa o nível de classificação nos mecanismos de pesquisa. Naturalmente, você desejará aumentar o máximo possível do seu website.

Como saber se o seu marketing de conteúdo está funcionando - autoridade

Você pode verificar seu DA gratuitamente com o Open Site Explorer do Moz. Tudo o que você precisa fazer é inserir seu URL e a ferramenta mostrará sua autoridade de domínio. E também a autoridade de página, bem como algumas métricas de link de domínio.

Como o conteúdo é um dos principais fatores que os algoritmos da Moz analisam, se você se concentrar em criar conteúdo de qualidade regularmente, seu DA aumentará com o tempo. E se o seu DA é baixo, você deve primeiro olhar para o seu conteúdo e encontrar maneiras de melhorá-lo.

Resumo

O marketing de conteúdo é difícil…

… Mas pode ser extremamente valioso se você entender a mecânica e medir os resultados.

Quais são suas principais métricas para medir a eficácia do marketing de conteúdo? Deixe-nos saber nos comentários abaixo!

Como alcançar os millennials com marketing de conteúdo

Como alcançar os millennials com marketing de conteúdo capa

Nascidos entre o início dos anos 80 e o início dos anos 2000, os millennials representam a maior geração viva no mundo. Segundo pesquisas, eles terão mais poder de compra do que qualquer outra geração até 2018. Você precisa usar o marketing de conteúdo para alcançar os millennials.

Embora sejam obviamente uma mina de ouro para empresas, a geração do milênio não é fácil de entender. Também não é fácil de comercializar. Por terem crescido em uma era de rápido avanço tecnológico, suas preferências e necessidades estão sempre evoluindo.

O marketing de conteúdo é a maneira ideal de alcançar a geração do milênio. Isso se deve ao fato de que eles têm uma tendência maior de pesquisar antes de fazer compras.

Se você puder alinhar sua estratégia de conteúdo com suas preocupações, interesses e comportamentos, poderá se conectar a eles em um nível mais profundo. Siga este guia para entender melhor a geração do milênio e ter um relacionamento mais eficiente com eles.

 

Millennials rejeitarão uma venda difícil

 

Como alcançar os millennials com marketing de conteúdo - rejeição do difícil

Os millennials são altamente céticos em relação ao conteúdo patrocinado, e eles o descartarão rapidamente se ele não atender às suas necessidades e preferências.

Também é improvável que eles compartilhem conteúdo se não virem uma razão realmente convincente para isso. Se você deseja engajar a geração do milênio, deve se concentrar na criação de conteúdo que seja:

  • Informativo ou educacional
  • Original
  • Pessoal
  • Breve
  • Divertido
  • Visual

A geração do milênio geralmente não gosta da venda difícil. Eles não só rejeitarão este tipo de Marketing. Eles divulgarão suas opiniões se acharem que você fez uma declaração falsa ou exagerada.

Em contrapartida, se eles gostam do seu conteúdo, podem se tornar excelentes embaixadores da sua marca.

 

Millennials fazem pesquisas substanciais antes de comprar

 

Quando os millennials estão interessados ​​em comprar certos produtos, eles fazem pesquisas comparativamente. São os reis da pesquisa. Ganham de qualquer outra geração.

Eles vão verificar as avaliações online e buscar as opiniões de seus familiares e amigos. Na verdade, eles consideram o conteúdo gerado pelo usuário uma fonte de informação mais confiável do que o conteúdo gerado pelo profissional de marketing. (fica a dica)

Para engajar a geração do milênio, você deve criar conteúdo que possa gerar discussões, em mídias sociais e postagens em blogs.

Como alcançar os millennials com marketing de conteúdo - pesquisa

Além disso, é importante saber que os millennials realizam a maioria de suas pesquisas em dispositivos móveis, portanto, você deve garantir que seu conteúdo seja otimizado para dispositivos móveis.

 

Millennials tem medo de perder

 

Uma das principais razões pelas quais os millennials são ativos nas redes sociais é o medo de perder (FOMO). Eles têm medo de perder as últimas notícias e eventos enquanto estão desconectados.

Embora os millennials de ambos os sexos estejam sujeitos ao FOMO, as mulheres têm uma necessidade maior do que os homens para verificar suas contas de mídia social com frequência.

Como alcançar os millennials com marketing de conteúdo - medo de perder

Para aproveitar os benefícios da geração do milênio, “FOMO”, use uma estratégia de escassez para fazê-los sentir que perderão algo valioso se não responderem ao seu conteúdo ou apelo à ação. Isso pode vir na forma de uma oferta de quantidade limitada ou limitada.

 

Millennials se preocupam com questões sociais

 

Em geral, os millennials preferem fazer negócios com empresas socialmente conscientes. Mas,  contudo porém, se o seu conteúdo promove uma boa causa ou chama a atenção para algo que ele se preocupe. Você será capaz de se conectar com eles de maneira mais significativa.

No entanto, tenha em mente que o marketing socialmente consciente envolve mais do que apenas discutir as causas que sua empresa suporta. Os millennials também querem saber sobre sua responsabilidade social, incluindo:

Seu histórico ambiental.

Visões políticas e sociais de seus executivos.

Tratamento de seus funcionários em termos de remuneração, direitos e condições de trabalho.

Millennials é uma geração diversificada

 

Como um todo, os millennials são tipicamente vistos como a geração de “selfie” que é auto envolvida, preocupada com aparências físicas e facilmente influenciada por tendências.

Como alcançar os millennials com marketing de conteúdo - geração diversificada

Na verdade, isso está longe da verdade. A geração do milênio varia de adolescentes a casais com filhos. É essencial que você saiba exatamente para quem está criando conteúdo.

Para melhores resultados, ofereça seu conteúdo a um subconjunto específico da geração do milênio em vez da geração como um todo.

Millennials são consumidores visuais

 

A geração do milênio geralmente prefere o conteúdo visual ao conteúdo somente texto. Eles são mais propensos a compartilhar conteúdo visual também, principalmente quando se trata de vídeos.

Eles também têm uma tendência maior a confiar em conteúdo visual do que outros tipos de conteúdo. No entanto, lembre-se de que as mesmas preferências e padrões se aplicam ao conteúdo visual e a outras formas de conteúdo. O conteúdo visual orientado para vendas não ganhará atenção

Millennials gostam de conteúdo atrativo

 

Infográficos interativos, questionários, pesquisas e enquetes são alguns exemplos de conteúdo interativo. Esses tipos de conteúdo exigem informações dos espectadores que, em seguida, fornecem feedback com base em suas respostas.

Os questionários são um dos tipos de conteúdo mais amplamente compartilhados no Facebook e em outras redes de mídia social. É comum que o conteúdo interativo se torne viral entre os millennials.

 

Millennials usam uma variedade de sites de mídia social

 

Se você está promovendo ativamente o seu conteúdo em apenas um ou dois canais de mídia social, você terá pouco sucesso envolvendo os millennials.

Os millennials agora estão menos ativos no Facebook e passam mais tempo no Instagram e no Tumblr. Além disso, eles se comunicam com seus familiares, amigos e até celebridades usando o Snapchat e outros aplicativos.

Para envolver efetivamente a geração do milênio, você deve manter-se atualizado sobre as últimas tendências em mídias sociais e construir uma forte presença nas redes de mídia social populares entre elas.

Millennials são consumidores de vários ambientes

 

Os millennials usam uma variedade dedispositivos para visualizar conteúdo, incluindo smartphones, tablets e laptops. Além de otimizar seu conteúdo para todos os dispositivos, você deve entender o comportamento de cada um.

Como alcançar os millennials com marketing de conteúdo - varios ambientes

Por exemplo, os millennials são mais propensos a usar dispositivos móveis para verificar suas contas de mídia social e dispositivos maiores para ler artigos.

 

Embora os millennials possam ser desafiadores para atingir e apresentar um nível mais alto de risco para empresas e profissionais de marketing, eles podem ser clientes extraordinariamente fiéis se você conquistá-los.

Se eles acharem o seu conteúdo atraente, eles tentarão torná-lo viral. É preciso mais tempo, esforço e estratégias para engajar a geração do milênio com o marketing de conteúdo, mas as enormes recompensas que você ganhará farão desse esforço valioso.

5 técnicas de copywriting que afetam SEO

5 técnicas de copywriting que afetam SEO - capa

Se você acha que técnicas de copywriting e Search Engine Optimization (SEO) são duas coisas separadas, então precisamos mudar isso.

Técnicas de Copywriting é para o usuário: tudo se resume a fazê-los agir.

Técnicas de SEO é para mecanismos de busca: é sobre apelar para seus algoritmos.

Mas a verdade, no entanto, é que copywriting e SEO trabalham juntos.

“Como assim, Luh?”

Então, você precisa manter as seguintes técnicas de copywriting, SEO mais as dicas abaixo em mente:

1.     Escreva para o usuário primeiro

Quando pensamos em SEO, pensamos na pesquisa de palavras-chave e na duração do conteúdo. Mas esquecemos da evolução dos algoritmos dos mecanismos de pesquisa.

Os mecanismos de pesquisa se importam mais com a autoridade do seu conteúdo. Eles querem saber se as pessoas confiam ou não no que você escrever.

E como você ganha essa confiança? Ao se concentrar em seus leitores.

5 técnicas de copywriting que afetam SEO - escreva para o usuário primeiro

Essa prática aumentará a legibilidade e tornará seu conteúdo mais natural e atraente. E é exatamente isso que tanto os leitores quanto os mecanismos de pesquisa gostam.

Fazendo isso, as pessoas voltarão a seu site automaticamente, indicando aos mecanismos de pesquisa que seu conteúdo é confiável.

Não sei se vocês perceberam, mas os mecanismos de pesquisa ficaram mais inteligentes. Anos atrás, eles retornavam resultados contendo as palavras-chave exatas pesquisadas.

Hoje, eles percebem que quando uma pessoa pesquisa a palavra “celular”, também pode se beneficiar dos resultados semelhantes, como “smartphone”. Você não precisa inserir palavras-chave em seu conteúdo para classificar um termo específico.

Na verdade, você pode ser penalizado por isso. Portanto, embora as palavras-chave ainda sejam importantes, trata-se mais da relevância do que da densidade de palavras-chave. E ao escrever para seu público em primeiro lugar, significa que essas palavras-chave relevantes ocorrem naturalmente.

 

2.     Preste atenção ao tamanho do conteúdo

 

O comprimento do conteúdo é importante para os usuários, e isso significa que é importante para os mecanismos de pesquisa. Esta também é uma das muitas técnicas de copywriting que você pode usar.

Segundo a Associação Americana de Marketing, os artigos que contém entre 1.200 e 1.500 palavras apresentam melhor desempenho nos mecanismos de busca.

Outros especialistas sugerem que você vá um pouco mais longe e escreva o mínimo de 1.500 palavras.

5 técnicas de copywriting que afetam SEO - Preste atenção ao tamanho do conteúdo

No entanto, é importante entender por que essa tendência ocorre. O Google afirmou que eles não contam as palavras em uma página ou usam isso como um fator de classificação. No entanto, o tamanho do conteúdo pode afetar o SEO de outras maneiras:

  • Fornecendo mais palavras-chave, subtítulos e imagens para os robôs do mecanismo de pesquisa rastrear.
  • Aumentando o tempo gasto dos usuários no site, que mostra aos mecanismos de pesquisa seu conteúdo confiável.
  • Oferecendo mais valor para o leitor, o que significa que você receberá mais compartilhamentos e links para seu conteúdo.

Depois de todas essas dicas, repito, mantenha sempre o usuário em mente. Artigos mais longos em blog podem ter um bom desempenho, mas o mesmo tamanho para sua homepage pode não funcionar.

 

3.     Divida seu conteúdo para legibilidade

 

Outra maneira de escrever para o leitor é dividir seu conteúdo de modo que seja fácil para os olhos. Oi? Sim! Legibilidade que chama. Os olhos enxergam com mais clareza quando:

  • Você usa subtítulos
  • Escreve parágrafos curtos
  • Inclui imagens
  • Usa fontes em negrito e itálico para destacar pontos importantes
  • Usando marcadores ou listas numeradas

Tornar o seu conteúdo mais fácil para o leitor ajudará a aumentar os backlinks naturais e a autoridade. No entanto, algumas dessas sugestões também são interessantes para os robôs do mecanismo de pesquisa.

Por exemplo, os mecanismos de pesquisa examinam as tags de cabeçalho para determinar a hierarquia do seu conteúdo. Assim como quais partes são mais importantes do que outras.

Seu título usa a tag H1. Os subtítulos devem usar a tag H2 e assim por diante. (Normalmente, essas configurações são encontradas nas opções de formatação do eu sistema de gerenciamento de conteúdo.).

A utilização dessa hierarquia e a inclusão de palavras-chave em seus subtítulos permitirá que os mecanismos de pesquisa indexem seu site com mais eficiência.

Além disso, as imagens também podem ajudar com SEO. O uso de tags e legendas alt nas imagens mostra o assunto em questão para os mecanismos de pesquisa. Além disso, as próprias imagens podem ser classificadas nos mecanismos de pesquisa, e as imagens relevantes cercadas por texto relacionado terão classificação mais alta.

4.     Cite Influenciadores em Seu Nicho

 

A citação de influenciadores não é apenas uma maneira eficaz de aumentar a qualidade do seu conteúdo, mas também é uma estratégia eficaz de SEO.

5 técnicas de copywriting que afetam SEO - cite influenciadores do seu nicho

Quando você cita influenciadores, vincule-se à fonte. Links externos servem como indicadores de relevância e qualidade do conteúdo. Além disso, eles podem atrair a atenção dos sites aos quais você está vinculando, o que pode impulsionar o engajamento e incentivar os links para seu conteúdo.

Como bônus, você pode usar essa estratégia para entrar em contato com influenciadores e informá-los de que foram mencionados em seu conteúdo. Alguns deles podem querer compartilhar seu artigo e aumentar ainda mais o tráfego.

 

5.     Inclua um forte apelo à ação

 

Não se esqueça de que você não é o único que tem controle sobre a otimização do mecanismo de pesquisa. Seus leitores também podem agir para aumentar seus rankings. Mas como você os ajuda a sair? Inclua um forte apelo à ação no seu conteúdo. Duas rotas principais que você pode usar como estratégia de SEO:

Pedir aos leitores que compartilhem seu conteúdo nas mídias sociais.

Embora o Google não use ações sociais para influenciar as classificações, as ações sociais ainda são importantes. Quanto mais compartilhamentos você tiver, mais pessoas serão alcançadas. E mais uma vez, levará a backlinks mais naturais.

Você pode incentivar compartilhamentos sociais incluindo botões de compartilhamento ao configurar seu blog, mas também pode incentivar compartilhamentos sociais por meio de sua Escrita. Por exemplo, incluir links de clicar para twittar em seu conteúdo ou pedir aos leitores que comentem a opinião deles para você pode impulsionar os compartilhamentos no Twitter.

Incentivar os leitores a deixar um comentário.

Neil Patel, profissional renomado da área de marketing Neil Patel, diz que vale a pena responder a comentários de posts de blogs e que, na verdade, tem benefícios de SEO.

Quanto mais comentários você tiver nos posts do seu blog, mais texto você terá na página. Isso significa que você irá classificar por mais palavras-chave de cauda longa.

Incentive os comentários fazendo uma pergunta instigante no final dos posts do seu blog.

Mantendo estas dicas em mente irá aumentar a eficácia de seus copywriting e SEO.

Como você vai usar essas sugestões em seu copywriting e SEO? Você usa alguma outra estratégia? Deixe sua opinião e dica nos comentários. Se este artigo foi útil compartilhe!

Por que sua empresa precisa de marketing de conteúdo

Como-fazer-um-bom-marketing-de-conteudo - capa blog

Quer você esteja em casa ou no trabalho, em um carro, no avião, você está se comunicando de alguma forma.  É por isso que seu negócio ou sua empresa precisa de marketing de conteúdo.

A comunicação hoje está em todos os lugares. Você se comunica o tempo todo através de seu celular, tablete ou computador.

O conteúdo, assim como a comunicação, está em está em todos os lugares. E não podemos escapar do seu alcance. Bom, a não ser que você vá para uma cidade, sítio, fazenda que não tenha acesso à Internet, à televisão ou ao rádio.

Então, você e sua empresa precisam de Marketing de conteúdo. Você precisa se comunicar com seus clientes. É aí que começamos…

Por que sua empresa precisa de marketing de conteúdo?

 

Somos bombardeados diariamente com uma enorme quantidade de mensagens. A quantidade de informação chega até você a cada minuto é impressionante. A cada minuto, os usuários da Internet:

  • Ouvem 40.000 horas de música no Spotify
  • Carregam 46.200 posts no Instagram
  • Veem 4,1 milhões de vídeos no YouTube
  • Fazem 3,5 milhões de consultas de pesquisa no Google
  • Enviam 452.000 tweets no Twitter
  • Baixam 342.000 aplicativos

Essa quantidade de informações representa uma tarefa assustadora para empreendedores e empresas de todos os tamanhos.  Até mesmo grandes corporações. Cortar a internet hoje é como se alguém jogasse água com a mangueira de incêndio em um copo de água.

Mas aqui está a resposta.

Você pode se destacar em meio dessa enxurrada de informações.  Pode superar a desordem e se conectar com seus clientes sem ter que realizar uma campanha de marketing multimilionária.

Você pode construir uma audiência com pessoas “que confiam em você para conseguir informações, conselhos e ajuda. Pessoas que procurarão seu conhecimento” com, por exemplo, um blog.

Empresas e negócios de todos os tamanhos desenvolvem públicos altamente engajados.

Mas, para fazer isso, você precisa entender primeiro como o ambiente digital funciona. Mas não é só isso, como que a maneira como obtemos informações e tomamos decisões de compra mudou.

 

Apetite insaciável das pessoas por conteúdo

 

O marketing foi invertido em sua cabeça. A proliferação de informações tomou o velho funil de marketing, agarrou-o pelo pescoço e virou de cabeça para baixo.

Que isso Luh, você está doida. Não mores, não estou.

Por que sua empresa precisa de marketing de conteúdo

Historicamente falando, indivíduos e organizações procuram e encontram seus clientes. Hoje, os clientes encontram você. Bom, pelo menos é assim que deveria funcionar.

Os clientes te encontram através de pesquisas on-line, consultando seus amigos nas redes sociais e navegando em sites.

As pessoas estão on-line procurando informações. Eles estão com fome de conhecimento e em busca de respostas para suas perguntas e soluções para seus problemas.

As pessoas não esperam mais passivamente que alguém se aproxime delas com uma solução.

Eles pesquisam respostas on-line e leem comentários nos sites.

As “googlam” você, sua empresa, produto, negócio e serviço antes mesmo de você saber que ela existe.  E a quantidade de informação que eles consomem antes de tomar uma decisão de compra é astronômica.

O número de fontes que as pessoas costumam consultar antes de fazer uma compra aumenta a cada dia. E a variação da consulta ainda depende do custo e complexidade do que eles estão pesquisando.

Ao ler conteúdo on-line, assistir a vídeos ou ouvir podcasts, as pessoas estão consumindo uma grande quantidade de informações antes de tomar uma decisão de compra.

Isso vale para todos os produtos. Ah, e serviços também.  Não importa se ele está procurando por livros, roupas ou seguros.  As pessoas estão filtrando uma tonelada de informações antes de tomar uma decisão.

Por que sua estratégia de marketing deve ser construída com conteúdo

Depois de reconhecer uma necessidade, os consumidores geralmente procuram informações para ajudá-los a entender melhor sua situação. Seu trabalho é responder a suas perguntas e encontrar soluções para seus problemas.

É por isso que você deve construir sua estratégia de marketing com conteúdo. Publicar e promover conteúdo de alta qualidade é a melhor maneira de conquistar novos clientes.  Você precisa adaptar o seu negócio ao processo de compra de hoje.

 

Por que sua empresa precisa de marketing de conteúdo - estratégia de marketing de conteúdo

Você não pode mais depender exclusivamente de mídia paga para alcançar os clientes; você precisa ajudar os clientes a encontrar você. Esse pequeno pivô na sua estratégia de marketing digital fará uma tremenda diferença. É assim que você se conectará com seu público alvo, suas buyer personas, seus clientes.

Você pode ser um autor, um empreendedor ou um empresário. Não importa o tamanho ou qual é seu negócio, você precisa se conectar com os consumidores. Para isso é necessário criar sua estratégia de conteúdo.

Se você quer saber como fazer um bom marketing de conteúdo, leia este artigo.

Esta estratégia te ajudará não apenas a projetar sua mensagem para as pessoas, mas também a ajudar as pessoas a encontrar sua mensagem.

 

Trabalhando com um especialista de marketing de conteúdo

Se você chegou até aqui, compreende sua necessidade de publicar conteúdo de qualidade. Conteúdo que fica acima do resto. Conteúdo que seus clientes irão saborear.

Para criar esse tipo de conteúdo, é preciso mais do que uma oração e apenas jogar palavras juntas em uma página como um artista moderno, pintando em sua tela. Há uma arte e uma ciência para destilar conteúdos claros, concisos e atraentes para seus clientes. E é por isso que eu estudei e me especializei em Marketing de Conteúdo e Inbound Marketing.

Desde o suporte a você e sua equipe até o desenvolvimento de uma estratégia de marketing de conteúdo, estou pronta para te auxiliar.

O que posso fazer por você ou até mesmo te ensinar a fazer:

  •  Construir um plano estratégico
  •  Crie um conteúdo útil, interessante e que agregue valor.
  •  Atrair e fidelizar seus clientes.

Se você e sua equipe precisam de ajuda para desenvolver conteúdo. Ou alguém para te ajudar a fazer um plano estratégico de Marketing de conteúdo, fale comigo.

https://linktr.ee/aluhguedes

5 Práticas de Marketing Digital para 2018

5 Práticas de Marketing Digital para 2018
Quais são suas práticas de Marketing digital? O marketing de conteúdo digital está atingindo a maturidade. As empresas têm uma necessidade imprescindível de garantir que suas estratégias e campanhas de marketing de conteúdo acompanhem os tempos.
Mais importante, é necessário lembrar que um ótimo conteúdo é ótimo conteúdo. O tipo de tecnologia que você tem implementado ou os sistemas que você implementa, não importa se seu conteúdo não está repercutindo em suas buyer personas.
O marketing digital está avançando e evoluindo, da mesma forma que a publicação tradicional evoluiu décadas atrás. O marketing de conteúdo seguirá a mesma trajetória. A única diferença significativa é a velocidade com que as coisas vão mudar. Muitas marcas digitais, em uma tentativa de serem mais eficientes, esquecem de ser humanas.
Se você escreve em tábuas de pedra ou está usando realidade aumentada para passar sua mensagem, não importa. O que realmente importa é que você seja relevante e interessante o suficiente para motivar uma reação desejada do cliente.
Do ponto de vista da marca, gerar e distribuir conteúdo atraente por meio das mídias sociais não é apenas importante, mas necessário. A chave para criar um futuro brilhante para o marketing de conteúdo nas mídias sociais é usar abordagens modernas que abranjam o ser humano.
Abaixo listei cinco importantes práticas de marketing digital que você precisa conhecer este ano.

1. Aumento no investimento em talentos

Do jeito que está agora, do ponto de vista do engajamento do consumidor e da conscientização da marca, muitas empresas perceberam que ter presença digital é crucial.
Por esse motivo, você notará um investimento de recursos tangíveis em estratégias sociais. Há uma ênfase contínua em encontrar e contratar pessoas que possam criar fluxos consistentes de conteúdo de qualidade para plataformas sociais.
5 Práticas de Marketing Digital para 2018 - invista em talentos
Fonte da imagem: Chronus
Automatizar e promover conteúdo semelhante em todas as plataformas sociais não vai mais ser útil. Em 2018, é necessário ter pessoas a seu lado que saibam como aumentar o público para suas marcas em plataformas sociais.  Também é necessário que saibam como criar conteúdo atraente para manter esse público colado em todos os canais.
Para fazer isso, é necessário que a pessoa responsável pelo seu Marketing Digital seja altamente organizada, conhecedora de tecnologia e tenham habilidades de comunicação. Não basta usar jargões da área.
No ecossistema digital, um editor-chefe na publicação de ontem pode se tornar um estrategista de conteúdo hoje. Você ainda precisa de pessoas para criar sua imagem e história da marca.
Automação por si só não é o caminho a percorrer em 2018. Você precisa ser humano.

2. Mais conteúdo direcionados para mobile

A ComScore relata que o celular agora representa cerca de 7 de 10 minutos de mídia digital. Só os aplicativos para smartphone são responsáveis por metade do tempo gasto em envolvimento com mídia digital.
5 Práticas de Marketing Digital para 2018 - conteúdo para mobile
Fonte da imagem: Infographic List
De acordo com o relatório de 2017 da ComScore, o Facebook é o principal aplicativo móvel do ano (medido pelo público que usa aplicativos móveis dos EUA). O Instagram seguem entre os 10 primeiros. Isso obviamente implica que os consumidores estão gastando bastante tempo usando as mídias sociais através de seus dispositivos móveis.
Assim, espero que você dedique e gaste mais recursos na criação de conteúdo para mobile, especificamente. O conteúdo direcionado para dispositivos móveis precisa ser simples e fácil de navegar. Tem que haver poucos cliques para haver o engajamento.

3. Aumento na produção de formas mais ricas de conteúdo (Mais vídeos e enquetes)

Aqueles que trabalharam no espaço do marketing digital sabem que um conteúdo mais rico gera mais engajamento.
Mas o que exatamente é o significado de “conteúdo rico”?
A resposta para essa pergunta depende muito de quem você pergunta. No entanto, a maioria das pessoas concorda que se refere a qualquer tipo de conteúdo que possa facilitar e melhorar a interação do usuário.
5 Práticas de Marketing Digital para 2018 - conteúdo rico
Fonte da imagem: Infographic World
Um exemplo: os vídeos geralmente são considerados ricos porque exigem que o espectador clique em “reproduzir” (a menos que você use anúncios de reprodução automática, o que eu não recomendo, a menos que seu objetivo seja incomodar seus clientes e desativá-los).
Seu conteúdo tem que gerar uma situação ganha-ganha. Ao fazer isso, você está distribuindo conteúdo que incentiva os usuários a interagir enquanto coletam percepções do consumidor simultaneamente.

4. Marcas aproveitando o conteúdo gerado pelo usuário

Em publicidade, o Global Trust Report da Nielsen sugere que 66% das pessoas confiam em comentários de consumidores postados on-line, enquanto 83% dos consumidores confiam nas opiniões e recomendações de produtos de pessoas que eles já conhecem.
5 Práticas de Marketing Digital para 2018 - conteúdo gerado pelo usuário
Fonte da imagem: Nicho
Esses números são substancialmente mais altos do que os 46% de consumidores que confiam em anúncios nas redes sociais. Agora, já que sabemos que os consumidores confiam nas opiniões uns dos outros, em vez de celebridades e influenciadores sociais. Não é surpresa que estamos vendo marcas direcionadas a conteúdos gerados por usuários com mais força em sua estratégia social.
Repostar ou reenviar ou ainda, compartilhar uma foto de um cliente feliz não será o suficiente. As marcas precisam gastar tempo ajustando o conteúdo gerado pelo usuário e incorporando-o em campanhas sociais de modo que pareça orgânico, mas profissional.

5. Os profissionais de marketing dobram o conteúdo temporário

No passado, os profissionais de marketing eram conhecidos por produzir conteúdo evergreen,ou seja,  que pode ser reaproveitado. E também que tenha valor por um bom tempo. Isso impulsionaria o engajamento por meses a fio. Mas tudo isso mudou, especialmente no mundo da mídia social.
O Snapchat foi pioneiro na ideia e inspirou o uso popular de conteúdo temporário. Seu sucesso comprovou que os consumidores adoram se envolver com esse tipo de conteúdo, porque sabem que ele é executado em um relógio e não ficará disponível para sempre. “Ephemerals” têm um sabor inerentemente exclusivo para eles.
Dada a enorme quantidade de envolvimento do Snapchat Stories, não é surpresa que o Facebook e o Instagram tenham seguido rapidamente a tendência e lançado recursos que suportam histórias em suas próprias redes. Devido a essa descoberta, as marcas continuarão desenvolvendo maneiras de criar histórias interessantes em todas as três plataformas. Isso é para gerar ondas consistentes de conteúdo efêmero que manterão os consumidores viciados e voltando para mais.

Enfim…

A mídia social apresenta oportunidades aventureiras que nos permitem usar conteúdo de ponta para construir relacionamentos tangíveis com nossos clientes. Estou realmente ansiosa para ver como as coisas irão evoluir nos próximos anos.
Se você tem presença digital e não está tendo resultado, entra em contato comigo e juntos vamos achar uma solução.
Tudo de acordo com sua necessidade e seu nicho.

A importância do uso de hashtag

A importância do uso de hashtag - capa blog
Estamos vivendo em um mundo totalmente digital, por isso hoje, vamos falar sobre a importância do uso de hashtags. Conseguimos achá-las até em cartazes e outdoors. E estamos em 2018 e muitas pessoas e negócios ainda não sabem da importância e nem como usá-las.
As empresas criam uma hashtag para que os consumidores encontrem mais informações sobre um produto ou serviço. Quer seja um termo da marca, uma frase ou um slogam. Correto?
Mas por quê eu devo usá-las? As hashtags aumentam o envolvimento em mídias sociais e o reconhecimento da marca.
Ao criar uma hashtag, você oferece aos usuários uma nova maneira de entrar em contato com sua empresa através das redes sociais. O usuário pode inclusive, envolver em uma conversa através de uma hashtag. Esta é apenas outra maneira de as pessoas se engajarem, discutirem e se conectarem com as marcas nas redes sociais.
Você não pode diminuir o poder de uma boa hashtag para seus negócios.

Razões para criar um hashtag

Criar uma hashtag para o seu negócio tem muitos benefícios. Essencialmente, as hashtags proporcionam uma força adicional em relação ao envolvimento do cliente. Não apenas isso, mas hashtags tendem a ser ótimos recursos de marketing.
Certas hashtags funcionam como frases de chamariz em que os usuários interagem com as marcas. Ao usá-los, você dá aos consumidores um outro método para lembrar de você.

Quando usar hashtags

As pessoas usam hashtags para várias coisas. Alguns dos usos de hashtags mais ideais incluem:
  • Promoções
  • Eventos
  • Concursos
  • Lançamentos de produtos
  • Oportunidades de carreira
  • Discussões entre canais
  • Segmentação
Todos esses exemplos requerem algum tipo de envolvimento. E quando se trata de hashtags específicas para empresa, elas devem atrair discussões e. E claro, engajamento.

Benefícios da criação e uso de hashtag

Para ajudar a divulgar seu produto ou serviço, você precisa de uma fonte de engajamento.
Hashtag é um ótimo recurso. Então, quando você cria uma hashtag de sucesso para sua empresa, você consegue outros benefícios:
Otimizar para descoberta: As hashtags são basicamente uma saída orgânica para o seu conteúdo. Então você otimizar suas hashtags e usar frases ou palavras-chave relacionadas ao seu setor, ficará mais rastreável.
Aumentar o tráfego: como eu disse acima, as hashtags tornam sua marca detectável ou achável (Essa palavra existe? rs). Quanto mais fácil for de descobrir sua marca, maior será o tráfego de mídia social. Pesquisas por hashtag acontecem Facebook (apesar de pouco utilizável no Brasil, errôneament), Twitter e Instagram o tempo todo.
Defensores de marca: os defensores de sua marca são fontes confiáveis. Em pesquisa, a Nielsen descobriu que 92% dos consumidores confiam nos defensores da marca. Mas onde as hashtags entram nessa história? Elas são uma ótima maneira de ajudar a divulgar as recomendações dos defensores da sua marca.
Mensure: Usando softwares de gerenciamento de mídia social de terceiros, como o Buzzmonitor, você pode rastrear hashtags em todas as redes. A análise de hashtags fornece insights sobre o que está repercutindo nas na rede, o que seus clientes estão falando ou o que está errado. Ter os dados extras poderia fazer toda a diferença.
Cruzamento de redes: Um bom recurso de hashtags é que você pode usá-los em todos os canais. Isso ajudará suas promoções em vários canais e facilitará o uso de hashtags para cada rede.
importância das hashtags 2

Como criar um hashtag

Crie uma hashtag ligada à suas metas. Ter uma hashtag vinculada a uma métrica é essencial para um marketing eficaz. Faça isso antes de começar a criar frases de impacto ou palavras chave para sua marca.
Já falei e vou repetir: as hashtags ajudam a aumentar o tráfego, os cliques e o engajamento. Todas essas coisas devem levar em consideração sua estratégia de ROI de mídia social. Portanto, antes de começar, considere as metas de hashtag mais alinhadas com as metas da sua marca, como:
  • Aumentar as conversas da marca com sua empresa
  • Seja mais visível em uma rede social específica
  • Encontre hashtags relacionadas a você
  • Aumentar o total de cliques no link
  • Meça o alcance total
  • Aumentar as menções
  • Tenha uma melhor compreensão das tendências de mídia social
Essas metas podem detalhar sua estratégia de marketing de mídia social com mais eficiência. Planejar as metas primeiro é sempre o melhor passo para ver os resultados.

Determine sua rede social

Depois de ter suas metas traçadas, é hora de determinar a rede social que você deseja usar. A lista de metas acima pode ser aplicada a redes sociais específicas. Por isso, é essencial saber onde você promoverá sua hashtag.
Dependendo de seus objetivos, sua rede pode mudar em importância. Então, se você estiver criando uma hashtag de marca que geralmente é compatível com sua empresa, se assegure que ela funcionará em qualquer rede social.
No entanto, aqui estão algumas coisas a considerar antes de escolher uma rede para suas hashtags:

Hashtags no Twitter

O uso nas Hashtags começou no Twitter. Então você sabe que este é o espaço perfeito para pesquisar hashtags e testá-las. Analise as conversas e fique por dentro das principais tendências.
Como empresa, é inteligente usar hashtags no Twitter para eventos oportunos. Se você estiver usando uma palavra-chave popular na sua hashtag, aumentará sua rastreabilidade.
importância das hashtags -twitter

Os tweets com hashtags têm vantagens sobre as hashtags do Instagram porque você pode vincular cada Tweet. Enquanto o Instagram permite links na biografia, cada Tweet pode ter uma hashtag e um link. Isso torna menos confuso para levar os clientes das mídias sociais para suas páginas de marketing.
Além disso, os recursos de pesquisa do Twitter simplificam as hashtags de marca. Essas hashtags são exclusivas de uma marca, mas são facilmente encontradas em outros Tweets. É por isso que tantas marcas fazem campanhas de mídia social no Twitter. Para a maioria das empresas, é difícil errawr neste canal. Mas, por outro lado, não fácil. Exige dedicação e tempo para conseguir sua autoridade nesta rede.

Hashtags do Instagram

Uma área que você pode não querer promover hashtags no Twitter é com conteúdo visual. Apesar que isso vem mudando nos últmos anos. Esta plataforma é perfeita para concursos, promoções e outros conteúdos fortemente visuais.
importância das hashtags -intagram
As hashtags do Instagram são pesquisadas com frequência, portanto, sua chance de descoberta é mais provável. No entanto, as hashtags do Instagram não são muito promocionais na rede. Embora você possa vincular seu Facebook ou Twitter à sua biografia, normalmente você quer economizar esse espaço para o seu site promocional ou de marketing.E agora ainda tem a opção de usar hashtag na sua bio.
Um dos principais benefícios das hashtags do Instagram é que você pode usar até 30 por postagem. Brevidade é essencial quando se trata de hashtags, mas você pode esconder hashtags no Instagram. Isso permite que você evite a marcação de posts e chateie seus seguidores atuais.

Hashtags do Facebook

A maneira como usamos as hashtags no Facebook é única. Com o Twitter, você vê todos os tweets usando uma hashtag. Mas não Facebook, as hashtags categorizam por popularidade e dados usados. No entanto, você pode filtrar por quem postou uma hashtag, o local marcado e um dado de postagem.
importância das hashtags - facebook
Ao contrário das hashtags do Instagram, é melhor poucas. Um infográfico da Surepayroll mostrou que as postagens do Facebook com 1-2 hashtags recebem mais 177 interações, em média por postagem, em comparação àquelas com 3 a 5 hashtags.

Seja Criativo

Agora que você tem suas metas e redes mapeadas, é hora de ser criativo. No entanto, existe um equilíbrio importante entre ficar muito criativo ou ser muito chato. As hashtags têm que ser únicas e relevantes para o seu negócio.
Não basta criar uma hashtag para ter uma. Em vez disso, certifique-se de que isso é algo que vai ficar com o público de uma forma positiva. Para começar, as hashtags bem-sucedidas costumam ser:
  • Mais curta
  • Fácil de lembrar
  • Consistente com sua marca
  • Exclusiva para sua marca
  • Focada em uma mensagem
  • Única e não genérico
Se você seguir estas dicas básicas, estará destinado a ter uma hashtag boa e memorável.

Tenha uma mensagem simples

As hashtags são muitas vezes analisadas por equipes de marketing. Seja direto em sua mensagem. Se você ficar muito complexo, a mensagem poderá se perder dentro do contexto. Criativo é sempre bom, mas muito disso confundirá as pessoas.
Certifique-se de que sua mensagem chegue às pessoas e seja consistente com sua marca. Você não precisa ser muito cativante para mostrar sua marca. Na verdade, você corre o risco de alienar seguidores atuais com hashtags excessivamente engraçadas ou inteligentes.

Seja acionável

Quando sua mensagem é acionável, é  provável que você veja algum tipo de resposta. É preciso um esforço equilibrado de inteligência e simplicidade para levar as pessoas a agir. Hashtags acionáveis:
  • Pergunte
  • Incitar urgência
  • Jogue uma emoção
  • Exigir engajamento
  • Se você fizer com que  as pessoas ajam, você sabe que sua hashtag está funcionando. Você tem que extrair algum tipo de emoção de outras pessoas nas redes sociais. É por isso que as frases de apelo à ação funcionam tão bem.

Verifique novamente suas hashtags

Mesmo que continuemos a ver as mídias sociais de grandes marcas falharem, os erros provavelmente não vão parar. Isso significa que você tem que se esforçar mais para verificar e revisar o conteúdo da sua hashtag antes de usá-la.
Se você tiver alguma dúvida sobre o contexto da sua hashtag, provavelmente desejará voltar ao início. Uma falha de mídia social é prejudicial para sua marca e seu público. Antes de lançar uma campanha usando hashtag, você precisa:
Verificar as principais redes: verifique sua hashtag em todas as redes sociais. Você nunca sabe se algo está tendendo no Instagram mais do que no Twitter. Isso lhe dará uma boa ideia do conteúdo associado à sua ideia de hashtag.
Certifique-se de que não há duplo sentido: você e sua equipe de marketing podem nunca ter pensado que sua hashtag significava algo diferente, mas seus seguidores certamente o farão. Peça ajuda de todos os cantos para que você saiba que cobriu seu território.
Procure por mensagens ocultas: é fácil perder um grande erro em sua frase hashtag se você capitalizar cada letra. Certifique-se de que não há outras palavras ou mensagens quando a hashtag estiver em minúsculas e em uma palavra.
Esteja ciente dos eventos atuais: não há dúvida de que sua equipe de marketing tem alguma má vontade quando ocorre um grande desastre ou evento. No entanto, você precisa ter certeza de que seu tempo está correto.
Verifique sua hashtag com os principais eventos atuais. Você não pode pegá-los todos, mas pode evitar ficar no centro das atenções.

Acompanhe Tudo

Depois que sua hashtag for revisada várias vezes, você estará pronto para começar. Verifique se você tem uma programação detalhada do que os tweets, postagens do Instagram ou atualizações do Facebook incluirão a hashtag.

Para finalizar …

Lembre-se que a brevidade é a chave na maioria dos casos com hashtags. Tente evitar postar sua hashtag com muita frequência. Muitas hashtags podem afastar seus seguidores ou fazer você parecer desesperado.
Tente planejar um período de tempo específico e o número de hashtags. Acompanhe seu momento ao longo de três, seis ou 12 meses.
Chegou a hora de ir lá, apresentar, envolver e construir tração com suas hashtags. É importante perceber a potência que uma hashtag poderia ter para sua marca.
E se você usá-la corretamente e seguir os passos acima, você terá a chance de ver um impacto real em sua estratégia social.
Tem alguma recomendação ou experiência anterior com a criação de uma hashtag? Comente abaixo ou me conta no twitter!

5 perguntas para melhorar seu conteúdo

Como melhorar seu conteúdo?

Todos mundo que cria ou gerencia conteúdo já ouviu a famosa “O conteúdo é o rei!”.

Todo profissional de marketing digital ou influenciador fala esta frase. Mas cá entre nós, isso é uma verdade incontestável.  E tem como melhorar seu conteúdo? Sempre!

A maioria dos blogueiros é apaixonado por conteúdo – por isso a maioria começou com um blog. Mas eles não piram para fazer conteúdo, eles simplesmente encontram maneiras de melhorar o conteúdo que já foi apresentado ao publico.

Se você está começando um blog agora, pode ser que tenha algumas dificuldades. Por exemplo, não saber que tipo de conteúdo vai fazer o blog se destacar. Por outro lado, toda informação que você recebe, pode acabar virando distração, que acaba com seu tempo e recursos.

Então, quando se trata de conteúdo para blog, se pergunte:

O meu blog é muito rápido e fácil de usar?

Antes de começar a falar sobre conteúdo, tenha em mente o seguinte:
A qualidade do seu conteúdo não será suficiente para salvar um blog mal projetado ou lento para carregar.

Se seu site ou blog demora muito a carregar, as pessoas desistirão de ler seu conteúdo e voltarão para o Google. Depois que a página for carregada, seu visitante precisa ver imediatamente o que está procurando ou irá desistir.

E, claro, isso tudo pressupondo que seu blog está sendo encontrado através de pesquisas.

5 perguntas para melhorar seu conteúdo - site

Que fique claro, se ele não estiver indexado e otimizado para os mecanismos de pesquisa, você terá muitos problemas para exibir seu conteúdo para as pessoas que ele criou para ajudar a informar e entreter.

Você precisa ter um site sólido se quiser que seu conteúdo tenha um bom desempenho. Tudo, desde a avaliação adequada de suas opções de domínio até o aproveitamento de um poderoso sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS) – provavelmente o WordPress – tem um impacto sobre o desempenho do seu blog.

Meu conteúdo é original?

A publicação de conteúdo duplicado e não original é péssimo para sua reputação.

Primeiro, o Google irá penalizá-lo em seus rankings de busca. Seus bots rastejam na web todos os dias e catalogam tudo.

5 perguntas para melhorar seu conteúdo - conteudo original

Se o seu artigo, ou grande parte do seu conteúdo aparecer em outro site, o Google poderá penalizar o seu conteúdo como plagio, cópia…

Além disso, se o autor original descobrir, você pode encontrar uma solicitação de retirada em seu e-mail, ou pior. Você pode ser processado!

Às vezes, pessoas desavisas, que estão começando, publicam conteúdo duplicado de forma não intencional. Sim, acontece. Você recebe um release, acha bacana, copia e ola no seu blog. Coleguinhas, não façam isso! Reescrevam, com sua cara, do seu jeito! Deixe esse conteúdo original e com sua marca.

Existem inúmeras razões técnicas para que o conteúdo possa ser duplicado inadvertidamente no seu site. Não importa como isso aconteceu, o Google vai descobrir e o tráfego do seu site vai sofrer.

Mas a penalidade real virá de seus leitores. As pessoas não lerão algo que já leram em outro lugar. E postar versões reescritas do conteúdo de outras pessoas não fará você se destacar.

Você precisa escrever um conteúdo que faça seus leitores voltarem, procurando mais. Então, se o conteúdo que você escreveu lembra muito de algo que você já viu antes, você deve trabalhar mais nisso.

Ainda assim, você deve reconhecer que seu conteúdo não existe no vácuo. Você pode precisar de ajuda de outras pessoas para ajudar no seu ponto de vista. Mas meu caro, minha cara, dê crédito ao coleguinha. Coloque o link do artigo dele! Dê os devidos créditos.

Você está usando títulos sensacionais?

Os títulos devem conter duas características chave: provocar emoção e aguçar a curiosidade humana. Isso é o suficiente para aumentar as taxas de cliques dos artigos.

Para escrever títulos sensacionais, leia 6 passos para escrever os melhores títulos.

6 Passos para Escrever os Melhores Títulos - revise seus títulos favoritos - blog

As primeiras palavras que as pessoas lêem em seu conteúdo – geralmente o título – são cruciais para o sucesso do seu conteúdo. Escrever títulos fortes é uma das estratégias que você deve usar para aumentar o número de leitores.

Você pode escrever títulos fortes, instigantes ou apenas provocativos e ainda ver resultados. O que quer que você escolha, você deve lembrar que aquelas poucas palavras são provavelmente as palavras mais importantes em seu conteúdo.

Como o leitor se beneficiará do meu post no blog?

Se você quiser garantir que seu conteúdo seja de alta qualidade, comece a considerá-lo uma forma de entrega de valor. Seu público vai “perder” tempo lendo seu conteúdo. O tempo que eles gastam é um investimento, então faz sentido que eles ganhem algo para isso.

Tudo começa com a definição do público alvo do seu blog. Quais são as necessidades do seu público? O que eles precisam e como você pode usar sua experiência pessoal para ajudá-los?

“Quando o leitor chega na sua página, você não pode dar qualquer desculpa para apertar o botão” Voltar “no navegador.” – autor desconhecido

Meu conteúdo é fácil de ler e digerir?

Finalmente, você deve entender como as pessoas leem conteúdo. Quando a pessoa se depara com um texto, ela pode desistir de lê-lo, quase que imediatamente.

Você pode fazer muitas coisas diferentes para quebrar a monotonia do seu texto. O objetivo aqui é aumentar significativamente a legibilidade e o apelo do seu conteúdo.

Você pode usar coisas como subtítulos para dividir seu conteúdo em partes gerenciáveis. Melhor ainda, você pode usar fotos para dar aos seus leitores uma outra forma de ver seu conteúdo. Sua escolha de fonte também pode fazer a diferença, assim como o design geral do seu blog.

Fazer essas perguntas depois de escrever um conteúdo ajudará você a obter insights sobre sua redação, seu blog e seu público alvo. Eles não fazem mágica e criam conteúdo de alta qualidade para você. Mas eles vão colocar você na direção certa. Muitas vezes, isso é tudo que precisamos.

É isso pessoal!Espero que eu tenha ajudado vocês e aceito dicas para melhorar meu conteúdo! Deixe sua opinião nos comentários!

6 Passos para Escrever os Melhores Títulos

Como escrever os melhores títulos?

O que impedirá as pessoas de lerem o seu post no blog?
Conteúdo chato?
Falta de clareza?
É um design de site ruim?
Você sabe a resposta?
Você acha que nenhum dos itens acima? Então….  Você está certo.
Sim, os problemas acima podem impedir os leitores de ficarem em seu site. Porém, nada daquilo impede que as pessoas leiam o que você escreve.
Se você quer atrair a atenção, então tem uma coisa você deve fazer: escrever títulos sedutores. Porém, não é qualquer título que você precisa escrever. São títulos que exigem atenção, obrigam as pessoas a agir de alguma forma e geram grandes quantidades de cliques.
Seu título é a primeira coisa que as pessoas vão ler. É a isca que você usa para atrair os leitores.
Se seu título não atrair a atenção do leitor ou aguçar a vontade de continuar lendo, então…. Eles seguirão em frente.
O que torna um título irresistível? Você já se perguntou por que alguns títulos são melhores que outros? O que torna alguns irresistíveis e outros fracos?
Mais importante, alguma vez sonhou em realmente escrever títulos que conquistam as pessoas?
Felizmente, existem algumas regras que podemos aprender para fazer um título “matador”. Isso vai envolver você, o Feedly e cerca de 90 minutos do seu tempo.
São 90 minutos do seu tempo que valerão a pena. Agora, se você quer aprender como escrever títulos com métodos que você ainda não experimentou… Continue lendo o artigo. Vamos começar!
Leia também algumas dicas para escrever melhor aqui.

1. Defina seu público

Quem se beneficiará mais com sua mensagem?
6 Passos para Escrever os Melhores Títulos - publico
Identificar as pessoas que você deseja influenciar com sua mensagem ajudará você a responder às perguntas deles. Também fará com que você concentre seus esforços e a garanta que seu conteúdo entre em sintonia com eles.
Você precisa conhecer seus leitores ideais.  Vai desdes a escolha de palavras, uso de gírias e preferência de humor… Há muitas coisas sobre seus leitores que você precisa saber. Essas informações ajudarão você a escrever títulos que atrairão a atenção das pessoas para as quais você está escrevendo.
Etapa de ação: pense em 1-3 pessoas que você deseja alcançar com sua mensagem.

2. Inscrever-se em 100 blogs

Ok, quais blogs seu público-alvo lê?
Agora, faça uma conta gratuita no Feedly.
Em seguida, siga 50 blogs que seu público alvo lê.
Se você não sabe mais de 10, pesquise os principais blogs nas categorias do seu nicho. Por exemplo, você pode pesquisar “melhores + marketing + blogs” para ter uma ideia dos principais blogs de marketing.
Se você for realmente usar o Feedly, poderá fazer upgrade em sua conta para obter a “Pesquisa avançada” e ajudar a encontrar blogs, mas não é necessário para essa etapa. Na verdade é necessário paciência para pesquisar. Mas se você escreve, então esse é um pré requisito, “neah”?
Eu não recomendo seguir mais de 50 blogs em seu nicho. Afinal, você precisa saber o que está acontecendo pelo mundo, em outras áreas. Não pode apostar em uma carta só. 😉 Fica a dica!
Escolha blogs que lidam com política, ciência, história, SEO, escrita, ficção, religião e notícias, etc.
Para este último grupo de blogs, você pode realmente escolher o que quiser. Para mim, tenho blogs em minha conta sobre marketing, umbanda, exercício, escrita e cachorros.
Por que selecionar uma variedade de blogs é importante?
Fique ligado. Vou explicar “mais tarde”.
Etapa de ação: inscreva-se em 100 blogs

3. Analise os títulos dos artigos de cada blog

Prepare-se, porque é aqui que achamos o caminho para o porte de ouro o final do arco-íris. Não, não é apenas seguir o arco-íris!
Vá para sua conta do Feedly e clique em “Todos” no canto superior esquerdo. Isso fornecerá uma lista de todas as postagens mais recentes dos blogs/sites que você segue.
Escrever títulos melhores existe dedicação. Eu não disse que ia ser fácil, bom, pelo menos no começo.
Se você selecionou 100 blogs, você deve ter centenas de títulos para analisar.
Quando estiver pronto, comece a ler os títulos.
Ao se deparar com títulos de que você gosta, sinalize a postagem para “ler mais tarde”.
Tente não avaliar a manchete… Use seu instinto. E se você precisar, faça notas. Use Evernote, papel, bloco de notas… Qualquer coisa que você precise para manter o controle de seus pensamentos.
Você vai escrever títulos melhores com essas dicas.
Etapa de ação: marque 50 postagens como “lidas depois”.

4. Revise seus títulos favoritos

Depois de analisar todos os títulos, clique em “Ler mais tarde” no canto superior esquerdo do seu Feedly.
Comece a ver as postagens que você gostou e pense no por quê.
Foi provocativo?
Era uma pergunta?
Houve algum elemento de urgência envolvido?
Foi ultra específico?
O título era simplesmente estranho?
6 Passos para Escrever os Melhores Títulos - revise seus títulos favoritos
Ao refletir sobre os títulos que você salvou, prepare-se para anotar seus insights.
Etapa de ação: registre suas respostas.

5. Procure padrões

Depois de ler 20 a 30 títulos, você verá padrões óbvios surgindo.
O que você você anotou no último passo?
Você achou que o título transmitia um senso de urgência, especificidade e utilidade?
Ou o título apelou para o seu senso de intriga, interesse próprio e curiosidade?
Não há método errado ou certo nesta etapa. Depois de ler vários títulos, você observará temas comuns que podem ou não funcionar para você, o que nos leva ao nosso último passo.
Etapa de ação: Anote os padrões que você observou em suas manchetes favoritas.

6. Teste seus títulos

Agora que você está ciente dos padrões que chamaram sua atenção, então chegou a hora de testá-los. Isso significa que você precisa começar a escrever títulos para suas postagens que incorporam esses padrões, publicar suas postagens e acompanhar seus resultados.
O que você deve acompanhar?
Simples.
Veja se você pode observar um aumento nas métricas comuns que você observa. Acompanhe o número de pessoas que lêem sua postagem, comentam e compartilham nas redes sociais. Isso ajudará você a ver o que funciona e o que não funciona para você.

Sua vez!

Tenho certeza de que este exercício fornecerá uma sólida compreensão do que é preciso para escrever os melhores títulos. Títulos que chamam atenção.
E também sei que quanto mais você colocar em prática as regras aprendidas aqui, mais fortes serão seus títulos e mais sucesso você terá em seus textos.
Em breve volto com mais lições. Afinal, não adianta ter um título perfeito, se você não entregar um conteúdo de prenda atenção do leitor.
Enfim,  me conte quais regras você daria para este artigo? Estou ansiosa para ler os comentários de vocês.

5 táticas de marketing digital que aumentarão suas taxas de conversão

5 táticas de marketing digital que aumentarão suas taxas de conversão
Como usar o marketing digital para aumentar suas taxas de conversão?
A mídia social é uma das ferramentas de geração de leads mais poderosas disponíveis atualmente. O problema é que o tempo e o trabalho nas mídias sociais nem sempre se traduzem em leads reais.
Mas, é fato que, o marketing de conteúdo custa 62% menos do que o marketing tradicional. E gera três vezes mais leads, aumentando assim as taxas conversão.
Está na hora de transformar todo seu trabalho em resultados.
Se você estiver usando sempre as mesmas estratégias e estiver frustrado com o fato de seu conteúdo de mídia social não estar convertendo…. Então leia este artigo até ofim!

5 táticas de marketing digital que aumentarão suas taxas de conversão

1. Você não diferencia sua marca pessoal

Se você não sabe o que diferencia sua marca da concorrência, como espera que seu público entenda?
A mídia social é uma forma te dá a oportunidade de expressar de forma única. Então, antes de começar a ler esse artigo, pense sobre isso assim.
Seja você um empreendedor, um pequeno empresário ou um gerente de marketing, você é um reflexo do negócio.
E em um mundo online e abarrotado de informações, posicionar sua marca pessoal como especialista só vai ajudar. Não se preocupe, isso não vai prejudicar a visibilidade da empresa.
Você precisa representar a você e também a marca, estendendo a confiança de um para o outro.
Fazendo isso e criando conteúdo que atinja seu público, tudo ficará mais fácil.
Você não vai mais dar tiro no escuro, seu público vai dizer a você o que quer. Como você vai conseguir aumentar sua taxas de conversão, se você não tem um objetivo?
Mais do que isso, eles se conectam com você de uma maneira pessoal.

  2. Seu conteúdo não atende a pergunta “O que posso fazer por você?”

Os consumidores não têm tempo para analisar seu conteúdo por horas ou mesmo minutos.
Eles estão se movendo em um ritmo acelerado. E têm apenas alguns segundos para pesquisar, interagir e decidir com qual empresa eles se conectarão.
5 táticas de marketing digital que aumentarão suas taxas de conversão - Neil Patel
Fonte: Neil Patel
É por isso que é fundamental encontrar uma maneira de capturar a atenção deles logo de cara. Para fazer isso de forma eficaz, você precisa responder a pergunta: O que eu posso fazer por você?
Primeiro, tenha claro qual problema você está resolvendo e como vai crirar um resultado positivo para seu público.
Em seguida, certifique-se de incorporar sua resposta em todos os conteúdos, incluindo suas conversas online.
E, finalmente, garanta que todas as suas postagens e interações diárias sejam simples, com um claro apelo à ação.
Não deixe seu cliente em potencial adivinhando o que sua empresa oferece.
Lembre-se, as taxas de conversão, dependem do que você oferece a seus leads.

  3. Você não tem criatividade

Se o seu conteúdo de mídia social é chato e sem vida, seu tráfego, leads e vendas vão sofrer.
Seja criativo e faça todo o conteúdo gritar por VOCÊ!
 5 táticas de marketing digital que aumentarão suas taxas de conversão - criatividade
Quando você adiciona criatividade e originalidade, você ganha insights para seu público em:
  • Quem é você
  • Como você ajuda
  • Por que você faz o que faz
As pessoas não querem fazer negócios com um estranho, especialmente um que seja desagradável e chato.
Eles querem se conectar com pessoas que conhecem, gostam e confiam.
Crie conteúdo que seja atraente de maneira criativa e fale a linguagem do seu público.
A criatividade ajudará a adicionar um novo nível de personalidade e a tornar seu conteúdo exclusivo!

  4. Seu conteúdo não educa

O objetivo das mídias sociais nunca deve ser simplesmente enviar spam ao seu feed com conteúdo promocional.
Fale sobre as coisas que mais importam para o seu público, criando intrigas e conscientização através de conversas.
Não sabe o que falar?
Pergunte a si mesmo: existe uma pergunta que seus clientes perguntam repetidamente? Encontre uma maneira de responder.
Você pode transformar isso em um novo artigo do blog, uma dica rápida, um podcast ou um breve tutorial em vídeo.
E com isso, você vai conseguir o que? Aumentar suas taxas de conversão!  😉

  5. Você está muito lento para responder ou acompanhar

Não perca oportunidades! Portanto, responda rápido!
Pense nisso: seu cliente em potencial reservou um tempo para entrar em contato com você, com um problema ou pergunta.
Sendo assim, se você não responder de maneira oportuna, ele não se achará especial. Não se esqueça, marketing digital e mídias sociais, são sobre relacionamento.
Coloque em prática um plano para abordar rapidamente suas dúvidas e um sistema para acompanhamento após o contato inicial.
E lembre-se … nunca deixe uma pista sair do seu radar. Ao fazer isso, você está deixando a decisão de um cliente em potencial ao léu.
Em vez disso, alimente os detalhes adicionais do seu lead e incentive-os a seguir em frente com você. Seu acompanhamento pode vir na forma de um telefonema, tweet, e-mail, reunião presencial ou qualquer meio de comunicação apropriado.
Mas sempre, sempre, sempre – acompanhe seu cliente.

 Enfim….

O conteúdo é uma ótima maneira de comunicar,  transmitir seus pensamentos e ideias. Mas nem todo conteúdo é criado da mesma maneira.
Crie conteúdo para seu público e sua jornada em mente. Portanto, você tem que analisar:
O que é preciso para criar consciência, nutrir essas relações e ativá-las?
O que eles precisam saber para tomar uma decisão educada?
Concentre-se na criação de conteúdo que atinja cada aspecto do funil de marketing. Sendo assim, inspire-os, incentive-os, envolva-os.
Dê a eles todos os motivos (e depois mais alguns) para dar o próximo passo com o seu negócio. Dessa forma, você criará um bom relacionamento com seu público.

Você quer ser um bom escritor? Leia como um!

Você quer ser um bom escritor Então, comece a ler como um - capa blog

 

Claro, você pode aprender diferentes técnicas, dicas e truques para ser um bom escritor. E também para melhorar a sua escrita. Mas o processo de desenvolver sua habilidade como escritor é uma maratona e não é de série (que eu adoro).

Você quer ser um bom escritor? Então, comece a ler como um.

Não sou uma mestra da língua portuguesa e nem possuo um diploma na área. Às vezes, eu peco. Erro. Erros bobos, mas são erros.

Tenho minhas dificuldades e estou tentando melhorar.

Tenho um tremendo medo de escrever. Às vezes me estapeio ao escrever uma simples legenda para o Instagram.

Mas percebi, que lendo, lendo muito, essa facilidade melhora. Ajuda inclusive  com o famoso bloqueio criativo.

Ano passado, resolvi “escutar” o conselho de Stephen King:

“Se você quer ser um escritor, você deve fazer duas coisas acima de todas as outras: ler muito e escrever muito”.

Então, o negócio é o seguinte: se você quer se tornar um escritor melhor, você precisa se tornar um leitor voraz.

A época que menos escrevi, foi a que não estava lendo nada. Bom, pelo menos nada útil.

Se você quiser escrever qualquer coisa – seja uma atualização do Facebook, uma postagem no blog ou um livro – você precisa ter um bom vocabulário.

E como conseguir isto? Lendo!

Preencher-se com palavras é o melhor caminho para você alimentar sua escrita. A partir de livros, revistas, postagens de blog e tudo a mais. A leitura te ajudará a desenvolver suas habilidades como escritor.

Antes de sair e pegar um livro aleatório da sua prateleira ou Kindle, há um método que você precisa seguir em sua leitura.

Se você não sabe a anatomia de um texto, leia A Anatomia da Criação de Conteúdo. 

Ler, em geral, é útil, mas se você quiser ser um bom escritor, você precisa de um plano. Aqui estão cinco passos para ajudá-lo a começar.

1. Comece a ler agora

 

Não há melhor momento para começar a ler do que hoje.

Não acredite que você nunca poderá aprimorar suas habilidades como escritor ou ler mais livros. O melhor momento para começar é agora.

O que você lê, fará parte do seu arsenal de conhecimento, pronto para você “consultar” a qualquer momento.

Mas, antes de se inscrever em 100 blogs ou comprar vários livros novos (ou usados), respire. A leitura é um plano de longo prazo, e você quer se preparar para o sucesso.

Se você não está lendo o quanto quer, então faça uma avaliação honesta de sua vida. Procure maneiras de ter tempo para ler.

Você pode ouvir um livro por áudio durante a viagem, desligar a TV à noite ou ler vários blogs na hora do almoço. O importante é identificar maneiras de incorporar a leitura  em sua vida.

 

2. Prepare-se para fazer anotações

 

Você precisa ler como se estivesse falando com o autor, frente a frente. Pense assim: se você estivesse na palestra da sua escritora favorita, estaria pronto para anotar as dicas? Aposto que sim!

Se você deseja absorver as lições, então você precisa tratar o que quer que esteja lendo, como se estivesse conversando com o autor.

Destaque o que você lê.

Você quer ser um bom escritor Então, comece a ler como um -

Faça anotações nas margens do seu livro.

Faça tags de artigos que você leu para rever mais tarde com o Pocket.

Acompanhe suas notas, pensamentos ou as ideias que você tem – mesmo se você ache que elas são aleatórias ou bobas.

Você pode fazer, por exemplo, um registro de leitura. Pode ser em um caderno, no seu planner ou agenda. Se você é uma pessoas tecnológica, também pode usar aplicativos como Wunderlist ou Evernote.

Esteja sempre pronto para fazer suas anotações e armazenar suas ideias. Categorize suas anotações por temas. Isso te ajudará a observar padrões em seu processo de leitura e pensamento.

Também ajudará a encontrar suas ideias, em uma linha de pensamento quando estiver escrevendo.

Há muitas outras maneiras de se treinar para se tornar um leitor ativo. As dicas acima ajudarão você a começar.

3. Leia além da sua zona de conforto

Leia (basicamente) qualquer coisa.

O material de leitura de diferentes nichos ou gêneros, ajudará você a tornar-se um escritor melhor.

Você quer ser um bom escritor Então, comece a ler como um - saia da sua zona de conforto

Por quê?

Por muitas razões: ajudará você a construir um vocabulário mais extenso, descobrir novas “associações” e “metáforas”, e ver como os outros expressam suas ideias.

Beba dos poços da literatura clássica, devore os sites mais populares do seu nicho e leia livros estranhos para melhorar sua escrita.

4. Seja disciplinado

Para escrever bem, em qualquer área, você deve saber do que está falando.

Não estou dizendo que você precisa ter um diploma em todas as áreas. Mas eu estou “falando” que você precisará investir tempo para estudar sobre o assunto em pauta.

Não há atalho para aprender sobre o que você quer escrever.

Leia compulsivamente os best sellers atuais.

Leia tantos blogs quanto possível.

Acredite nos clássicos.

Mergulhe profundamente na sua área de interesse. Isso ajudará a entender melhor o assunto.

Evite repetir o que os outros disseram e esteja pronto para oferecer algo novo, fresco.

5. Leia livros antigos

Em 2013, foram publicados 1.5 milhões de livros (novos títulos e não tradicionais).

Muitos desses livros publicados serão esquecidos. Mas este não é o caso dos livros clássicos.

Você quer ser um bom escritor Então, comece a ler como um - leia os classicos

Os livros clássicos resistiram ao teste do tempo. Eles têm entretido inúmeros leitores.

Eles resistiram aos críticos ao longo dos anos. Então, quando você lê um livro clássico, você pode ter certeza de que é uma escrita de qualidade.

 

Lendo para ser um bom escritor

Leva um tempo para se tornar um grande escritor, e entendo que sugerir que ler mais pode parecer uma tarefa difícil. Mas para escritores, a leitura não precisa ser um fardo que você carrega. Na verdade, é bem o contrário.

Como vocês perceberam, a leitura é combustível para sua escrita.

Lendo, você não só irá aprimorar suas habilidades como escritor, mas o que você lê irá te inspirar a escrever. Nas palavras de um grande autor:

“Nada inspira um escritor como ler as palavras de outra pessoa”. Jeff Goins