Programação Nas Mídias Sociais – tudo que você precisa saber

“Ao não se preparar, você se prepara para falhar.”

Benjamin Franklin

Antigo, mas bem atual, concordam? Quando você faz da programação de mídia social uma prioridade, você planeja para no futuro  ficar um passo à frente de um nicho que pode mudar rapidamente e o tempo todo. 

Mídias sociais não é apenas sobre presença nas redes. Não basta ter um perfil, você precisa engajar-se com o seu público. No entanto, tentar organizar, gerenciar e publicar seu conteúdo de mídia social não é tarefa fácil. É preciso tempo e investimento para ver os resultados de uma bem- executada estratégia de marketing de mídia social.

Aprender a programar de maneira eficaz o conteúdo de mídia social não só economiza tempo e dinheiro, mas também torna seu negócio adaptável e melhor organizado. Existem algumas nuances para aprender com programação de mídia social, mas com as ferramentas certas, conteúdo e motivação, você será um profissional excepcional.

Experimente as ferramentas de publicação para agendar conteúdo em várias contas ou plataformas. Existem várias por aí e algumas estão neste artigo aqui!

Os benefícios da programação de mídia social

A programação de mídia social fornece muitos benefícios para sua empresa, agência ou organização empresarial. O tempo e a energia economizados podem significar a diferença em uma campanha bem-sucedida.

Aqui estão alguns benefícios da programação de mídia social:

Alcance na hora certa ou fuso horário correto: Algumas marcas sabem que sua audiência principal está em locais diferentes ao redor do mundo. Trabalhar da maneira correta faz com que você esteja um passo a frente da concorrência e é fundamental para maximizar o alcance orgânico. Não só você pode publicar a qualquer momento, mas também pode criar planos de conteúdo, agendar em conformidade e voltar a outras tarefas.

Publique atualizações em tempo real: Se você está programando um lançamento de produto ou uma atualização da empresa, a programação tira o estresse do social e permite que você se concentre em outras coisas. Algumas vendas de negócios começam à meia-noite, então por que ficar acordado e esperar quando você pode agendar e ser oportuno?

Mapeie seu conteúdo: além de ser oportuno, você pode trabalhar com ferramentas de agendamento. Planeje e mapeie seu conteúdo de mídia social, isso permite que você seja mais estratégico, melhore sua segmentação e, em última análise, poste mais conteúdo.

Limitar posts promocionais: Uma das principais razões pelas quais as pessoas não seguem algumas marcas/negócios é devido ao conteúdo excessivamente promocional. Lembre-se da regra 80/20 (80% criativo e 20% promocional) para manter os seguidores entretidos e felizes.

Consistência entre plataformas: Uma voz de marca inconsistente pode fazer mais mal do que bem e isso é verdadeiro para as mídias sociais também. Mantenha a consistência na voz da marca com conteúdo agendado e assegure-se de que suas postagens não pareçam fora da marca.

Dicas de agendamento de mídia social

Se você está lendo até aqui, provavelmente é novo na área e quer entender os benefícios de agendar as postagens. Bom, primeiro temos que aprender como fazer isso.

Plataformas de mídia social nativas não foram realmente construídas para as empresas, o que significa que você precisa de uma poderosa ferramenta de programação de mídia social. É por isso que lhe daremos cinco dicas para melhor programar seu conteúdo de mídia social com uma ferramenta de agendamento:

1. Adotar uma ferramenta que abranja pelo menos duas das suas principais plataformas sociais.

Algumas ferramentas programam para facebook, Twitter, LinkedIn e instagram, outras para apenas duas dessas e outras apenas uma. Algumas ferramentas também te dão a opção de fazer um calendário editorial nela mesmo, o que facilita pra você, tendo todas as informações em um só lugar. (acho que vou fazer um post sobre ferramentas de calendário e editorial, o que acham?)

Voltando, entenda quais redes sociais são melhores para sua marca e invista nelas com os insights que você pode obter de uma ferramenta de análise social se possível, tudo em um só lugar.

Não escolha muitas, concentre-se nas poucas redes que realmente produzem resultados. À medida que você constrói sua estratégia de conteúdo social, você será capaz de ajustar e alterar seus hábitos de publicação para ganhar mais fidelidade à marca e seguidores envolvidos.

Cada negócio social terá necessidades diferentes, mas isso não deve impedi-lo de lidar efetivamente com as redes que você precisa.

2. Comece a preencher o calendário de conteúdo

Depois de ter suas ferramentas definidas, é hora de começar a planejar. Construir seu calendário de mídia social é a melhor maneira de manter a consistência, publicar continuamente e permanecer ágil em sua indústria. Há algumas perguntas importantes a serem feitas ao construir seu calendário.

Primeiro, quantos posts por dia você pretende publicar e em quais redes sociais? Embora cada rede tenha obviamente diferentes hábitos de publicação, a quantidade de seguidores também pode tornar sua situação única.

Por exemplo, publicar duas vezes por dia no Facebook sempre foi o melhor para marcas. Mas um estudo HubSpot encontrou marcas que publicam duas vezes por dia com menos de 10.000 seguidores que veem menos cliques quanto mais eles publicam.

E com o último algoritmo de mídia social da Instagram, as marcas querem mais engajamento por postagem. Isso aumenta a demanda por conteúdo de qualidade.

Através da pesquisa coletiva, CoSchedule dissecou a melhor frequência de postagens de diferentes estudos. Eles recomendaram postagem entre esses intervalos, dependendo do tamanho do público, do tipo de conteúdo e da programação:

  • Facebook: 1-2 vezes por dia
  • Instagram: 1-2 vezes por dia
  • LinkedIn: 0-1 vezes por dia
  • Twitter: 1-51 vezes por dia (recomendado 15 por dia)
  • Pinterest: 3-30 vezes por dia (recomendado 11 por dia)

3. Conheça seus diferentes tipos de conteúdo para publicar

Cada marca tem hábitos de publicação únicos, mas há maneiras de ser criativo para preencher o seu calendário. Por exemplo, você pode tentar publicar tipos de conteúdo diferente para cada dia em uma base semanal. Aqui está uma pequena lista de tipos de conteúdo para usar a cada semana:

Conteúdo gerado pelo usuário: Uma maneira simples de destacar seus usuários avançados, clientes e defensores da marca é através do conteúdo gerado pelo usuário. Você pode destacar clientes reais e incentivar outros a compartilhar suas experiências de produtos com você.

Novidades no seu Nicho: Se você está em um nicho, como dizer, “chato” ou não, há sempre notícias. Encontre lugares no LinkedIn ou Twitter para compartilhar notícias do setor e mostrar aos clientes que você é uma autoridade sobre o assunto e permanecer no saber.

Conteúdo Por Trás Das Cenas: O Snapchat tornou os conteúdos in-the-moment e behind-the-scenes emocionantes para os usuários. As marcas aproveitaram isso e adicionaram tours semanais em Instagram Stories, encontros de influenciadores no Snapchat e outros conteúdos nos bastidores de outras plataformas.

Conversas de grupo / Discussões: bate-papos do Twitter, bate-papos do grupo do Facebook e outros formatos de discussão de estilo funcionam bem para conectar sua marca aos usuários e outros na indústria. Você pode destacar comentários, perguntas e tópicos abordados no bate-papo e usá-los como pontos de discussão para seu conteúdo durante o mês.

Concursos criativos: Mantenha competições criativas para que os usuários se envolvam. Dê presente personalizados ou pequenos presentes relacionados à sua empresa para aqueles usuários que participam de seus canais sociais.

Lembre-se de não agendar com muita antecedência, porque você pode perder a “frescura” do seu conteúdo.

4. Configurar um fluxo de trabalho de aprovação

Para agências e empresas corporativas, a aprovação de mensagens é fundamental para qualquer calendário de mídia social. Com um fluxo de trabalho de aprovação, os proprietários de conteúdo sabem que suas postagens são perfeitamente editadas e no lugar certo, caso contrário, você corre o risco de programar de conteúdo de forma descuidada.

As ferramentas de programação de mídia social permitem aumentar a eficiência da equipe através de permissões baseadas no usuário. Isso significa que você pode escolher quem vai rever e aprovar o conteúdo antes de ser publicado.

Criar ordem dentro de uma estratégia de conteúdo social pode ser mais assustador do que parece. No entanto, o uso de aprovadores evita erros, conteúdo inoportuno e um fluxo de trabalho melhor para todos. Os estrategistas de conteúdo podem facilmente obter conteúdo aprovado antes do tempo para garantir uma programação completa.

Certifique-se de que sua empresa tenha um fluxo de trabalho adequado ao enviar, aprovar e publicar conteúdo para permitir mais governança de leads da equipe.

5. Encontre os melhores horários para postar

Depois que seu conteúdo é criado, aprovado e está pronto para ser publicado, você quer considerar os melhores momentos para alcançar seu público. Uma programação de conteúdo correta desempenha um papel importante no alcance orgânico.

Construir seu público e alcançá-lo no momento certo é uma arte própria. Vamos aos melhores horários (pesquisa generalizada, mas você também pode consultar o insight de cada rede):

  • Facebook: quinta-feira às 1 p, horas foi o dia/hora mais eficientes, mas os dados mostraram que era seguro quase qualquer dia entre 09:00 e 15:00
  • Twitter: meio-dia na quinta-feira é o dia/hora mais eficientes. No entanto, outros dias fortes caem entre segunda-feira e quinta-feira também.
  • Instagram: Os horários de postagem mais recomendados incluem 2 am, 8.am e 5 pm com os dias de pico entre segunda-feira e sexta-feira.
  • LinkedIn: Manhã e 5 pm de terça a quinta-feira são os momentos mais ótimos para postar no LinkedIn com períodos de segurança entre 8 am e 5 pm nos dias úteis.
  • Pinterest: Os horários mais recomendados são 21:00 na sexta-feira e 2:00 no sábado e as noites de todos os dias da semana.

Analise seu trabalho

Adquira o hábito de rastrear sua estratégia de conteúdo e medir o que funciona melhor em cada canal. Você começará rapidamente a ver padrões e aprenderá os hábitos de publicação que melhor alcançam seu público. Faça anotações, dimensione e analise seu conteúdo para obter melhores informações sobre a programação de mídia social.

Gostaram das dicas? Tem alguma a acrescentar? Deixe sua opinião nos comentários.

Ferramenta de Criação de Vídeo (e como usar)

Gostaria de usar o vídeo no seu negócio, mas não sabe por onde começar? Quer criar vídeos que você pode compartilhar em mídias sociais, mas ainda não encontrou a ferramenta certa?

Tenho boas notícias! Você pode criar conteúdo de vídeo de marca sem o estresse ou a preocupação. E você pode fazê-lo em questão de minutos.

Como? Com uma boa ferramenta de criação de vídeo!

Se você está pronto para começar com o marketing de vídeo, tenho instruções passo a passo para criar, compartilhar e usar conteúdo de vídeo em mídias sociais.

A Ferramenta de criação de vídeo para mídias sociais (e como usá-la)

Introdução ao Marketing de Vídeo

Se você está criando um vídeo que você vai compartilhar no YouTube, Facebook ou Twitter, você só precisa de uma coisa: um processo simples que você possa fazer e repetir uma e outra vez.

Claro, a criação de vídeo pode ser um processo árduo. A composição, a terminologia por si só é suficiente para parar você se cansar, mas podemos mudar isto.

Dê uma olhada nessas estatísticas de vídeo para ver o poder do conteúdo de vídeo.

  • Vídeos aumenta a consciência do consumidor em torno de seu produto em 74%.
  • 1/3 da atividade online inclui assistir a um vídeo.
  • 75% dos espectadores visitam o site da empresa depois de assistir seu vídeo.
  • Adicionar um vídeo ao seu site pode aumentar a chance de um resultado do Google da primeira página em até 53x.
  • O uso de vídeos no e-mail marketing duplica as taxas de cliques.
  • 71% dos especialistas dizem que as taxas de conversão de vídeo consistentemente superam outros conteúdos de marketing.
  • As audiências têm 10 vezes mais probabilidade de participar com conteúdo de vídeo – incorporar, compartilhar ou comentar – do que blogs apenas de texto ou postagens sociais relacionadas.

Com base nessas estatísticas, vamos começar a trabalhar com video? Falei no plural, porque eu também preciso integrar os vídeos em minhas mídias.

Abaixo estão algumas escolhas para o melhor software gratuito de edição de vídeo disponível para Windows e MacOS. Pronto, ajuste, EDIT.

Imovie

O iMovie da Apple tem sido um dos editores de vídeo mais orientados para o consumidor lá fora. É empacotado com todos os Macs novos, e reúne alguma praticidade para o usuário diário. A versão mais recente do software permite que você importe e edite clipes de vídeo 4K de uma variedade de dispositivos externos, como smartphones e câmeras GoPro, e ostenta uma interface limpa, atraente e fácil de navegar. A capacidade de iniciar a edição no iPhone ou iPad e terminar em um Mac apenas torna ainda mais conveniente.

Além de vídeo, imagens e áudio também podem ser incorporados em seu projeto, simplesmente arrastando a mídia desejada na área do projeto e organizá-los na linha do tempo. O vídeo resultante pode ser visualizado em tempo real, bem como quaisquer efeitos – temas, texto, música, voice-overs, etc. – antes de exportar o arquivo diretamente para o YouTube, Facebook ou uma grande variedade de outras plataformas. Outras características recentes incluem um editor de áudio básico, a opção de fazer pré-visualizações de aplicativos que você desenvolveu e a capacidade de fazer seus próprios trailers completos com transições e créditos finais. Não é o melhor termos de edição de vídeo, mas é perfeitamente adequado para vídeos caseiros e projetos menores.

Windows Movie Maker – Windows

Embora o Movie Maker não seja oficialmente suportado no Windows 10, você ainda pode baixá-lo e usá-lo para criar vídeos. Como o iMovie, é outro editor de vídeo fácil de usar capaz de criar vídeos sem os sinos e assobios associados a programas mais robustos, como o Adobe Premiere Pro.

O software permite aos usuários combinar vídeo, imagens e áudio usando um método de arrastar e soltar semelhante ao iMovie, e apresenta todas as funções essenciais que agora esperamos de qualquer software de edição básica. Adicionando temas e efeitos é um amor, como é cortar vídeo e um passo de upload para vários sites como o YouTube e Facebook.

Um conversor de vídeo decente ou media player normalmente pode resolver o formato questão dentro de minutos, mas para a cor do fundo, você usar qualquer uma, você escolhe. Além disso, a visualização em tela cheia e captura de webcam de alta definição também são um plus. As capacidades de edição de áudio são bastante limitadas, mas para vídeos simples, deve ser suficiente. Windows Movie Maker certamente não é o melhor e não oferece incentivo suficientes para manter o editor de vídeo amador satisfeito sem o encargo financeiro, mas, vale o teste!

Lightworks – Windows, MacOS e Linux

A maioria dos programas de software em nosso roundup não pode se vangloriar de credenciais de Hollywood como Lightworks pode. O sistema de edição não linear do EditShare tem sido usado para ajudar a produzir tudo, oferecendo um sólido conjunto de ferramentas gratuitas e premium que simplesmente não podemos ignorar. Os recursos notáveis incluem correção de cores em nível profissional, efeitos em tempo real acelerados por GPU, captura de vídeo e suporte de formato quase abrangente. No entanto, a versão gratuita só é capaz de exportar arquivos MPEG-4 com uma resolução de até 720p. Felizmente, a Lightworks também oferece ferramentas tradicionais para importar, aparar e tecer facilmente áudio e vídeo em um conjunto com alguns cliques e sem esforço.

Outras inclusões excelentes são a funcionalidade de salvamento automático instantâneo do programa, que funciona perfeitamente em segundo plano e a capacidade de selecionar layouts de teclado Avid e Final Cut Pro se você se recusar a adotar o design padrão do Lightworks. Ele é rápido e a interface de tela cheia é clean e bem organizado também. Além disso, dada a natureza de código aberto do software e a curva de aprendizado íngreme associada ao produto freemium, os fóruns do programa são mais movimentados do que a maioria. Lightworks é de longe o editor de vídeo mais completo na nossa lista, no entanto, é também o que requer que o usuário seja o mais experiente em tecnologia para realmente aproveitar sua estrutura poderosa e seu conjunto de recursos.

Avidemux – Windows, MacOS e Linux

Avidemux é o Instagram do software de edição de vídeo: rápido e impressionantemente capaz. O software é projetado para corte rápido, filtragem, codificação e uma série de outras características básicas. O software multiplataforma também permanece open-source – com uma wiki resourceful para inicializar – e as tarefas podem ser automatizadas usando projetos variados, filas de trabalho e recursos de scripting personalizados que o empurram para além da funcionalidade barebones.

Ele também permite aos usuários alterar as extensões e selecionar formatos de saída individuais quando tiver terminado de editar um vídeo, mas a interface menos amigável facilita a utilização dos recursos mais complexos e das ferramentas valiosas. Ele pode ter um buggy bit, mas os padrões do programa ainda funcionam como pretendido, fazendo do Avidemux uma escolha de destaque, uma vez que você pode aprender o seu caminho em torno do software. Lembre-se de salvar seu trabalho.

VSDC Free Video Editor – Windows

O menos conhecido VSDC Free Video Editor vem empacotado com um misto de recursos de edição de vídeo – para não mencionar um ataque de adware – a maioria dos quais é projetado para edição rápida e conversão. Além disso, embora o software possa ser gratuito, o suporte técnico não é.

No entanto, o editor ainda possui uma grande quantidade de recursos quando chega a hora de alterar a iluminação, splice de vídeo e aplicar filtros e transições em pós-produção. Além disso, uma vez que você se acostumar com a interface, você pode fazer bom uso de todos eles. O software ostenta um design minimalista e uma fita de navegação simples que não é quase tão complexa quanto parece, e lida com muitos formatos comuns, de AVI a MP4. Ele também combina efeitos de áudio e vídeo com facilidade.

Enquanto o software executa lento ao utilizar ferramentas mais poderosas, as compilações recentes raramente falham e oferecem saídas de salvamento otimizadas para uma variedade de dispositivos, incluindo smartphones e consoles de jogos. Como o acima mencionado Lightworks tem um sistema de edição não-linear e é capaz de produzir vídeos estelares, de qualidade profissional nas mãos certas, mas os usuários terão de superar o obstáculo de aprendizagem antes de realmente começar a ver o que VSDC Free Video Editor é capaz de fazer.